GJON MILI | Time frames
















A primeira publicação deste blog foi uma série de desenhos com luz feitos por Picasso, fotografado por Gjon Mili. Essa obra, que viria a ser publicada da revista LIFE, surgiu na sequência das experiências fotográficas de Mili, onde o fotógrafo procurou captar o tempo através da fotografia, e de que fazem parte os trabalhos acima.
O que Mili procurava não era a reprodução conceptual do tempo, como sejam relógios, pêndulos ou campas, que existem no imaginário comum como representações do tempo, mas que são, por si só, imagens estáticas. Ao invés, optou por representações sequenciadas, fragmentos de momentos, episódios efémeros, plasmados simultaneamente em retratos de bailarinos, patinadores, atletas, ginastas, músicos clássicos e de jazz, e maestros. Mili consegue assim, através de uma única imagem, captar a essência da passagem do tempo, numa pesquisa que revolucionou também a fotografia de dança.

Veja mais aqui

The very first post on this blog was a series of light paintings from Picasso, photographed by Gjon Mili. That work, published in LIFE magazine, and composed from the images above, was the result of Mili’s photographic experiences, where the photographer tried to catch the meaning of time trough photography.
Mili didn’t want a conceptual representation of time to take part of his work, such as clocks, pendulums or graves. Those were very static images of this concept. Instead, he opted for sequential representations, fragments of moments and ephemeral episodes, simultaneously shaped in portraits of dancers, ice skaters, athletes, gymnasts, classic and jazz musicians and maestros. In result Mili caught the essence of the passing time, within only one image, in a research that revolutionized also dance photography.   

See more here.  


Comentários